Tendências da saúde

Quais as tendências no mercado da saúde em 2019?

As inovações tecnológicas têm sido cada vez mais vistas no campo da saúde, mas, além delas, existem outras modalidades ganhando destaque no mercado e serão tendências da saúde em 2019. Para quem deseja alavancar o negócio, melhorar o atendimento e atualizar-se das inovações em saúde, é essencial conhecer as principais tendências da saúde para este ano.
Curiosamente, todos os destaques estão voltados para melhorias de atendimento e terapêuticas, que quando caminham juntas, permitem a recuperação do paciente e também sua fidelização.

1. Impressão 3D

A impressora 3D foi criada na década de 80, e desde seus primórdios já se pensa na aplicabilidade do recurso , porem só agora vem se torna uma tendência da saúde. Cada vez mais pesquisas são desenvolvidas e produtos criados através desta tecnologia.

Modelos biológicos, próteses personalizadas e até mesmo órgãos já são impressos desta forma. Mas, existe uma grande expectativa para este ano no surgimento e aperfeiçoamento de impressões de tecidos, com o intuito de evitar transplantes e reduzir índices de rejeições nos pacientes.

Além de a tecnologia ser capaz de atender um grande público, e assim, resolver os seus problemas, existe uma questão muito benéfica quanto a custos, pois estes tendem a reduzir drasticamente.

2. Inteligência artificial

Embora os médicos enfrentem anos de estudos e passem por diversos desafios clínicos ao longo de suas carreiras,  dúvidas sempre existirão. Pensando nisso, modelos de inteligência artificial, mais uma das tendências da saúde para 2019,   vêm sendo desenvolvidas e aperfeiçoados, com o objetivo de constituírem-se máquinas com bancos de dados.

Além de auxiliarem respondendo dúvidas frequentes, integrando informações patológicas de um dado serviço (por exemplo, traçando o perfil epidemiológico de hospitais), podem ser importantes instrumentos para auxiliar médicos na tomada de decisão.

3. Investimentos na atenção primária

Nos dias de hoje, percebe-se um aumento drástico de doenças crônicas e mortalidade por estas causas, o que ressalta a necessidade de investimento na prevenção.
E quando se fala em profilaxia, automaticamente remete-se a atenção primária, que vêm sendo alvo de investimentos não só do SUS, como também de planos de saúde. Muitas tecnologias podem ser aplicadas neste meio, a exemplo das vacinas, instituição de medicamentos profiláticos e também prevenção de consequências das doenças crônicas.
Sem dúvidas, investir em prevenção em saúde é uma forma eficiente de obter destaque no ramo.

5certos

BI

4. Marketing digital aplicado na saúde

Quantos pacientes têm chego ao consultório já com respostas para exames o que já não é mais uma tendência da saúde e sim uma realidade, opções terapêuticas e demais informações sobre doenças, que são facilmente acessadas na Internet?
Os profissionais da saúde em geral, devem atentar-se para evitar a quebra de vínculo nestes casos, e estrategicamente devem aproveitar de forma benéfica das informações prévias do paciente.
A principal problemática existente no “Dr. Google” é o número de informações falsas ou ausência de direcionamento adequado para as patologias.
Diante deste cenário, investir em marketing de conteúdo em saúde é uma boa forma de oferecer informações de qualidade ao seu público, e atrair novos pacientes. As redes sociais estão sendo as principais aliadas neste processo, juntamente com sites e blogs.
Mas, deve-se tomar cuidado para não ferir o código de Ética Médica!

5. Personalização do atendimento

Outra destas tendências da saúde, é contar com uma boa estratégia de fidelização e melhora da qualidade do serviço, é através da personalização do atendimento. Cada paciente gosta de ser tratado de forma única, e para isso, existem softwares e ferramentas disponíveis.
Investir em sistemas de cadastramento, bem como prontuário eletrônico integrado são boas formas de ofertar um relatório de cada paciente através de acesso rápido.
Além de gerar confiança e melhorar a qualidade do atendimento, esta é uma estratégia para que profissionais da saúde ganhem tempo, pois muitas informações já se encontram no cadastro e não precisam ser perguntadas novamente na consulta.

6. Gestão da clínica médica

Como é possível administrar um negócio se não houver planejamento?
Atualmente, existe uma preocupação crescente em investir na gestão da clínica médica, por vários motivos:

  • Minimizar custos e aumentar rendimentos;
  • Oferecer excelência no serviço prestado;
  • Otimizar o tempo;
  • Facilitar a execução de tarefas diárias.Esta é uma forte tendência para o ano de 2019, e já é alvo de diversas empresas de softwares e produtoras de ferramentas administrativas.Além do investimento financeiro, deve haver um treinamento de toda a equipe para adequar-se às tecnologias, e também multiplicar as vantagens a partir da gestão existente no serviço.

Portanto, novidades promissoras estão por vir!

BI

Deixe uma resposta