O mercado de saúde em 2030: A tecnologia como maior aliada


A saúde é um dos principais setores do mercado de trabalho no Brasil. Ela movimenta hospitais, clínicas, universidades e diversos profissionais nas mais diferentes áreas que a compõe.

Do mesmo modo que o mundo, o mercado de saúde está sentido o impacto das transformações promovidas pelos avanços tecnológicos. Isto muda não somente a forma como os profissionais de medicina estudam e se preparam, mas toda a rotina e o modo operacional que envolve a profissão.

Uma das pautas frequentes nas discussões sobre o futuro do mercado de saúde é como conciliar o uso das tecnologias com tudo que está ligado às profissões de saúde. Desde o tratamento do paciente à realização de operações e demandas que dependem exclusivamente dos médicos.

mercado de saúde

Quais as tendências atuais no Brasil?

Antes de aprofundar nas expectativas de como estará o mercado de saúde em um futuro próximo, como em 2030, por exemplo, é preciso ter uma noção de como o cenário se configura na atualidade. Quais são as tendências atuais?

Aqui podemos falar sobre a tentativa dos governantes em resolver problemas relacionados à saúde pública. O SUS – Sistema Único de Saúde, que é um dos maiores do mundo, sempre foi marcado por não conseguir atender às grandes demandas da população. Filas enormes, falta de profissionais preparados para atender e também escassez de medicamentos são pontos frequentes.

No entanto, as autoridades passaram a olhar com mais atenção este aspecto. O princípio da utilização da tecnologia no mercado de saúde já vem dando resultados, mas ainda pode ser muito mais eficaz se houver investimento totalmente focado em automatizar os processos. Ainda há muito que ser trabalho, mas é inegável que algumas melhorias já estão acontecendo.

Outro ponto é o fator “paciente“. As pessoas são cada vez mais o foco das estratégias e não os médicos. O paciente, com mais acesso à informação, não precisa ficar tão refém aos diagnósticos dados pelos especialistas. Isto é excelente para termos atendimentos com mais precisão, o que evita possíveis enganos.

As tendências estão aí para mostrar que há, sim, muita transformação acontecendo, mas também nos dão a certeza de que é preciso muito mais para evoluir. E é isto que esperamos que aconteça.

O que esperar no futuro?

De todas as conjecturas e afirmações que podemos fazer a respeito da medicina e de como o mercado de saúde se encontrará nos próximos anos – e consenso geral -é que a influência da tecnologia será cada vez maior. Com certeza, o futuro da medicina passa pelo surgimento e implantação das novas tecnologias como forma de aperfeiçoar os trabalhos.

O que podemos esperar do futuro? Bem, na verdade, já podemos citar alguns fatos que estão surgindo aos poucos, mas que serão aperfeiçoados muito em breve. O uso de aplicativos em tablets e smartphones, por exemplo. Com estes aparelhos, as mulheres podem ter acesso a todo seu ciclo menstrual, por meio de tabelas automatizadas que detalham desde o período fértil até mesmo os dias de TPM avisando a mulher da chegada de seu período menstrual.

 

Veja também: 14 Startups que estão revolucionando o mercado de saúde.

É perceptível que as pessoas estão menos dependentes de hospitais e de clínicas, não que eles não sejam mais necessários, muito pelo contrário. No entanto, os pacientes podem se tornar cada vez mais parceiros dos médicos. Graças ao acesso à informação será muito mais fácil repassar aquilo que está sentindo com mais precisão para que as análises e diagnósticos sejam reais.

Outro ponto é que o futurismo na medicina nos levará à utilização de robôs com mais frequência. Vale ressaltar que já existem projetos de cirurgias feitas totalmente por máquinas. Nessa parceria entre robôs e médicos, as chances de resultados precisos são bem maiores, assim como a quantidade de vidas salvas.

A utilização do Big Data na medicina é outro fator já vem sendo trabalhado e que com o futuro será cada vez mais aperfeiçoado para melhorar os trabalhos. Com esse processo, é possível extrair informações que venham a partir de um volume grande de dados. Isso é muito bom, principalmente quando consideramos que será possível reduzir tempo e investimentos em pesquisa, aumentando a precisão dos resultados e garantindo muito mais eficiência.

O que você acha das transformações no mundo da medicina? Acredita que as mudanças no mercado da saúde em 2030 serão muito grandes e impactantes? Não se esqueça de deixar um comentário com a sua opinião!



Deixe um comentário

Seu email está seguro conosco.