Medicina do futuro

Medicina do futuro: Relatório preventivo de doenças genéticas

Medicina e tecnologia são ciências que caminham de mãos dadas em direção ao futuro. A cada novo dia pesquisadores em ambas as áreas descobrem novas formas de revolucionar seus respectivos campos e trazem melhorias para a população.

Nesse sentido a medicina vem evoluindo demais nos últimos tempos. Já podemos fazer cirurgias de forma remota, atendimentos por videoconferência e até implantar membros e órgãos artificiais. Mas qual será a cura do futuro? Especialistas apostam na genética como forma de prevenção.

Isso quer dizer que iremos prevenir doenças porque saberemos que há uma possibilidade de acontecerem. Pode parecer estranho, mas isso já vem acontecendo, já que várias doenças têm maiores possibilidades de acontecerem devido a já estarem presentes em nosso código genético.

Autoteste e medicina 3D

Mas a grande novidade em termos de cura do futuro não está na possibilidade de testar a nossa genética, afinal isso já é feito há muito tempo, seja por pesquisas no histórico de doença familiar, uma forma arcaica, porem de alguma eficiência até os modernos testes de DNA. A novidade em termos de medicina e cura do futuro reside na possibilidade de realizar esses mesmos testes em casa.

Já está disponível para venda nos Estados Unidos um teste genético caseiro. Esse teste é capaz de vasculhar o DNA em busca de marcadores de várias doenças cuja origem pode ser genética.

Para realizar o teste basta uma simples coleta de uma quantidade de saliva do paciente a ser analisada pelo equipamento.

Autoridades médicas, porém, têm deixado claro que o teste não garante que a pessoa desenvolverá ou não qualquer tipo de doença já que o fator genético é apenas um entre vários fatores que podem determinar ou não o surgimento de uma doença. Por outro lado ele pode levar a uma rápida evolução em busca da medicina do futuro já que pode levar à formação de grupos de pesquisa direcionados para a cura com chances bem maiores de encontrar a solução.

Outra grande possibilidade para o futuro é a medicina 3D. Graças à tecnologia de impressão em três dimensões já é possível a construção de próteses, a substituição de estruturas ósseas em geral e até mesmo de pele.

O futuro aponta para uma variedade de aplicações em três dimensões com a provável fabricação de órgãos funcionais, o que poderia dar um fim às filas de transplantes.

Prevendo doenças

Apesar de os testes genéticos não garantirem o aparecimento de determinadas doenças, eles podem nos ajudar a sabermos quais são as probabilidades de desenvolvê-las. Dessa forma acredita-se que um dos caminhos para a cura do futuro é o desenvolvimento daquilo que os pesquisadores estão chamando de relatório de possibilidade de doença. Esses relatórios seriam emitidos já nos primeiros momentos de vida de um recém-nascido e os pais já o levariam para casa sabendo quais as probabilidades do bebê desenvolver uma série de doenças.

Assim a família já poderia se planejar para tomar ações preventivas com o intuito de diminuir essas probabilidades ao máximo, dentro daquilo que é possível fazer com atitudes como alimentação, rotinas de exercícios e estilo de vida.

Distribuidores médicos

Distribuidores médicos

E quando não houver cura?

Saber o nosso provável futuro em relação à saúde pode nos ser muito viável quando essa condição pode ser alterada de forma ativa como quando temos a possibilidade de contrair Diabetes e podemos fazer uma dieta para diminuir o risco, mas a benção pode se transformar em maldição quando levamos em conta doenças que ainda não têm cura como o mal de Alzheimer.

Nesse caso, a pessoa poderia iniciar uma vida limitada por saber o que está reservado para o seu futuro. Valeria a pena saber sobre esse tipo de condição com antecedência e se preparar para tal com antecedência ou seria melhor viver uma vida plena e despreocupada até que o problema realmente se manifeste?

Enquanto os relatórios de doenças ainda são especulação nos sobra tempo para raciocinar sobre as implicações éticas envolvidas com a medicina do futuro e nos prepararmos adequadamente para elas. Ainda bem que podemos contar com a medicina e a tecnologia para nos ajudar com esses desafios quando chegar a hora.

Enquanto aguardamos o futuro chegar, queremos saber a sua opinião sobre esse assunto, por isso deixe seu comentário.

 


gestao opme

One thought on “Medicina do futuro: Relatório preventivo de doenças genéticas

Deixe uma resposta