Healthcare Analytics – O futuro dos dados na saúde


healthcare-analytics

Vivemos a era da informação. Mais valiosa que os bens de consumo propriamente dito, as informações são as maiores geradoras de renda no mundo dos negócios atual. Mas de nada adianta reunir uma quantidade absurda de dados, se não se sabe o que fazer com eles, ou como tomar decisões baseadas nos dados.

Analytics é o conceito criado para que esse “big data”, uma quantidade astronômica de informações coletadas e armazenas sejam passíveis de análise e utilização para gerar negócios, produtos e serviços. Mas como os dados na saúde podem ser empregados?

As etapas

Para compreender melhor o conceito de healthcare analytics em relação aos dados na saúde, é importante entender as etapas em que ele ocorre. Três são os passos para o processo funcionar corretamente: a aquisição, o armazenamento ou compartilhamento dos dados e a análise deles, quando estes se tornam informação.

Por dados, entende-se tudo aquilo que ocorre no ambiente. Tomemos por exemplo um hospital. Quantos pacientes são atendidos por dia, quais doenças foram tratadas, quais sintomas foram apresentados, quanto tempo demorou, quais remédios foram usados, etc.

Como se pode imaginar, a quantidade de dados adquirida é absurda. Em apenas um dia de trabalho é possível obter uma amostra enorme de diferentes tipos, qualidades e aplicações.

O segundo passo é guardar esses dados na saúde de forma organizada, ou eles serão apenas uma porção de bits e bytes inúteis ocupando espaço em algum disco rígido. É possível também compartilhá-los com outros hospitais e órgãos de saúde para se conseguir uma base de dados muito mais ampla e, também, muito mais variada.

O terceiro passo é o de analisar. É onde serão utilizadas poderosas ferramentas de inteligência artificial para transformar os dados em informação e, mais para a frente, transformar a informação em conhecimento.

Tendências e Healthcare Analytics

Ao fazer um planejamento para o futuro, o que é levado em consideração em uma empresa, seja ela atuante na área da saúde ou em qualquer outro segmento? Os resultados.

Infelizmente, estes são apenas números em um universo muito amplo, que mede o quanto foi gasto em decorrência do total que se gerou de lucro. É um começo, mas é uma análise muito superficial em tempos de concorrência, despesas, impostos altos e outras dificuldades.

Ao se usar Healthcare Analytics para compreender os dados na saúde, um hospital pode entender quais são as tendências baseando-se nos acontecimentos passados e, assim, promover soluções proativas, muitas vezes, antecipando-se aos problemas.

Imagine uma doença com periodicidade sazonal. Após um estudo, é identificado que há um pico dessa doença no mês de outubro. Com esse conhecimento em mãos, o hospital pode se preparar para o período, treinando profissionais, adquirindo medicamentos e até criando campanhas de conscientização.

O resultado é uma mostra para o cliente e para os investidores de que aquele hospital é competente para lidar com qualquer problema e merece, portanto, a confiança desses dois grupos.

Toda essa proatividade também pode ser direcionada à oferta de melhores serviços para os pacientes. Sabedores do histórico de cada cliente, os hospitais podem fazer uso de ferramentas como o analytics para se comunicar previamente com base nos dados na saúde levantados, oferendo serviços como vacinação, medicamentos, tratamentos – levando em conta dados como o sexo, a idade e as condições já verificadas em cada paciente.

Assim, o hospital perde o comportamento reativo e passa a agir por antecipação.

Operação

Com o uso de healthcare analytics também é possível verificar toda a parte operacional de um hospital ou outro órgão de saúde. É possível entender sobre a produtividade de funcionários, equipamentos e até fármacos, já que será possível entender a eficácia maior de um produto em relação ao outro.

Esse tipo de conhecimento pode, e deve permear decisões administrativas no futuro como deixar de usar determinada marca de equipamentos dado seu alto grau de manutenção ou não mais prescrever um medicamento devido a um grande número relatado de efeitos colaterais.

O uso de analytics para a análise de dados na saúde só vem se tornando possível graças à moderna tecnologia. A inteligência artificial e a maior capacidade de processamento das máquinas estão entre os benefícios que tornaram a nova realidade possível. No futuro, não aderir a esse tipo de procedimento pode representar um atraso impossível atarde reversão.

Compartilhe a sua opinião conosco sobre o futuro dos dados na saúde em sua opinião e diga o que espera para esse cenário. Vamos discutir o assunto.