Gestão estratégica: como executar na sua operação


Teoria e prática. Tão antagônicas quanto inseparáveis.

Controle de estoque

A teoria nos diz como as coisas funcionam, mas é só com a prática que vemos como elas realmente funcionam e assim a teoria e a prática deveriam conviver e se retroalimentar.

Posto em palavras, como você pode ver, pode ser muito bonito e difícil de entender, mas o fato é que no mundo empresarial é preciso colocar teoria e prática dentro de um imenso caldeirão chamado gestão estratégica. E na sua empresa, como é esta relação?

Nas empresas é preciso haver uma integração entre as áreas comercial onde estará todo o planejamento de vendas e marketing com a área operacional que é quem irá entregar para o cliente aquele produto ou serviço adquirido.
Muitas vezes, uma ideia para um novo produto ou uma nova campanha de um produto existente parece ótima para o marketing. Novas vendas, maior lucro, melhoria na imagem da companhia, mas será que o operacional está preparado para isso? Será que há material e pessoal suficientes para atender à demanda?

Se isso está acontecendo na sua empresa é porque a gestão estratégica não está funcionando à contento. Mas como corrigir? Como melhorar esse quadro? É o que veremos em seguida.

Diálogo e sincronia

Imagine a sua empresa como um veículo puxado por cordas. Se apenas uma pessoa puxa uma das cordas, o veículo não se move, mas se várias puxam junto, o movimento acontece.

O problema é quando várias pessoas puxam as cordas, mas cada uma em uma direção. Essa analogia explica o que vemos em muitas empresas onde a gestão estratégica não está funcionando muito bem. E esse comportamento costuma ser agravado em tempos de crise.

Descontentes com a falta de recursos, a dificuldade em se obter uma promoção ou aumento, funcionários começam a realizar apenas os seus próprios serviços, como se fossem uma ilha.

Infelizmente esse comportamento “estou fazendo o meu” acaba por limitar as possibilidades da empresa como um todo já que haverá muita gente puxando as cordas, mas não necessariamente na mesma direção. Quando algo dá errado, o comportamento padrão é encontrar um culpado, que pode ser um líder ou um departamento inteiro.

As vantagens do alinhamento

Quando um dos departamentos enxerga um problema ou uma solução, essa informação precisa ser disseminada entre os outros setores da empresa. Pensemos em uma solução simples: O estoque está com dificuldades em fazer as entradas e saídas porque um funcionário ficou doente e outro está em férias. O supervisor, sem consultar o restante da empresa parte para a contratação de outro funcionário de forma emergencial, onerando a folha de pagamento de toda a companhia.

Isso não teria acontecido se este supervisor conversasse com seus pares e descobrisse que há um excesso de funcionários em outro setor e um empréstimo pode resolver ambos os problemas.

O intercâmbio entre áreas ainda faz com que os funcionários se coloquem na pele dos outros e passem a enxergar as dificuldades do vizinho ao invés de acreditar que as falhas que ali ocorrem são resultado de má fé.

Todos do mesmo lado

É esperado que haja uma gestão estratégica para que essas soluções partam de cima, convidando a todos na empresa a enxergarem a real situação e a lutarem pelo bem comum.

Quando os funcionários enxergam outros setores ou as áreas gerenciais como inimigos, eles passam a se fechar em ilhas e a dificultar aquilo que deveria ser feito pelo bem comum, A solução é uma gestão estratégica baseada em comunicação. Reuniões, comunicados, demonstrativos devem ser uma constante para que todos os setores e os seus funcionários entendam o papel deles na grande engrenagem que é a empresa, não sentindo-se apenas como uma peça substituível, mas como uma peça que, se não funcionar bem, atrapalha todo o conjunto.

Gestão estratégica

Aqui está a teoria. A sua função é coloca-la em prática e propor novas teorias ainda melhores. E não deixe de comentar conosco a sua opinião sobre o tema ou compartilhar a sua experiência para que mais pessoas entendam esse pensamento de grupo e possam trabalhar para atingir em conjunto as metas desejadas.


Gestor OPME

 


Deixe um comentário

Seu email está seguro conosco.