2017-12-06

Quais são os digital influencers na saúde?

Todo mundo já ouviu falar dos digital influencers, aquelas pessoas que, com suas opiniões proferidas pelo meio digital, são capazes de moldar as percepções de um público específico. A prática se tornou tão comum e lucrativa nos últimos anos que muitos já a consideram uma profissão, devido à quantidade de pessoas se dedicando a fazê-la.

A grande maioria desses profissionais atua nos segmentos voltados para adolescentes e jovens adultos. São pessoas que se especializam nos mais diversos ramos da cultura pop e usam a sua influência para vender produtos e serviços ou influenciar algum tipo de comportamento por parte dos espectadores.

A moda também chegou à saúde, com alguns digital influencers alcançando uma grande notoriedade, assim como um grande número de seguidores. Vamos conferir?

Digital influencers

Quem são eles?

Os grandes digital influencers dentro da área da saúde são aqueles que apostaram nos ramos fitness e esportivo. São pessoas que estão se dedicando a obter melhores condições de saúde de forma preventiva, mas existem também médicos e outros profissionais mais tradicionais conseguindo bons resultados nesse meio.

A seguir, citamos alguns exemplos:

  • » Felipe Franco: um dos digital influencers de mais sucesso nos dias de hoje. Seu canal no Youtube tem mais de um milhão de inscritos entre pessoas interessadas em suas rotinas de treinos, dicas de como perder peso ou ganhar massa muscular mais rapidamente.
  • » Juju Salimeni: essa digital influencer também tem um canal no site de vídeos, com número de inscritos mais modesto, porém com aparições em rede aberta de TV, revistas e outras mídias – o que garante a ela grande visibilidade e poder de engajamento.
  • » Dráuzio Varella: talvez o grande pioneiro da influência digital na saúde, Dráuzio deixou o tradicional ramo dos livros para dar dicas de saúde na TV, se tornando uma grande referência no assunto e um nome muito forte no mercado. Seu canal de vídeos tem mais de meio milhão de inscritos, mas o médico não se limita a isso, estando presente em praticamente todas as redes sociais e despejando conteúdo diário para os seus muitos seguidores.
  • » Dicas de saúde oficial: nem todos os digital influencers são pessoas físicas. Em vários casos, há um time de pessoas trabalhando em um mesmo assunto. Assim funciona o canal Dicas de Saúde, um dos mais visualizados na rede de vídeos, que conta com mais de 200 mil inscrições. O canal, assim como o próprio nome anuncia, dá dicas de saúde no que tange à alimentação, exercícios e até mesmo cosméticos mais naturais.

Tendências para o futuro

Uma rápida observação desses digital influencers mostra uma preocupação crescente com bem-estar, qualidade de vida e prevenção de doenças no futuro. Por outro lado, é possível notar que muitas pessoas ainda estão colocando a aparência física acima da saúde e dispostas aos mais variados sacrifícios para conseguirem esse tipo de resultado.

A balança pesa de forma igualitária mostrando uma parcela da população disposta a sacrificar a própria saúde, tomando substâncias perigosas ou se submetendo a procedimentos arriscados em troca de benefícios estéticos; enquanto isso, outra parcela está disposta a sacrificar certos hábitos em troca de longevidade e prevenção de doenças.

A medicina deve apostar cada vez mais nessas duas áreas: a de estar saudável e a de parecer saudável. É claro que a área nunca deixará de ter o seu papel corretivo, isto é, de combater os males que afligem a nossa saúde, porém o mercado ativo é diferente.

De forma geral, os digital influencers contribuem para a conscientização cada vez maior da população sobre hábitos mais saudáveis, além de tornarem banais assuntos que eram considerados tabus.

Graças a muitos deles, o interesse da população média em relação à saúde vem aumentando e deixando de ser assunto apenas dos profissionais da área. Por isso, cabem a esses mesmos profissionais deixarem um pouco de lado suas posturas intelectuais e falarem mais a língua das pessoas comuns, desmitificando assuntos médicos, ajudando a prevenir doenças e melhorando em geral a qualidade de vida de todos.

E você, o que acha dos digital influencers? Acha a presença deles benéfica ou perigosa? Deixe a sua opinião e nos ajude a enriquecer a discussão.

 


 

Deixe uma resposta