temperatura

A importância do controle de temperatura em farmácias

Os medicamentos, assim como vários outros itens, apresentam necessidade de cuidados para que mantenham suas características físicas e químicas. E um dos fatores responsáveis pela preservação das propriedades, mantendo intactos os princípios ativos dos fármacos, é o devido acondicionamento, o que inclui formas de armazenar e a temperatura a que eles são submetidos.

No âmbito de hospitais, clínicas e farmácias, o mau acondicionamento dos remédios é um dos fatores que mais contribuem para as perdas de materiais e medicamentos. Em consequência, a empresa ou a instituição do setor farmacêutico e hospitalar pode ser notificada e até punida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), além de ter prejuízos econômicos. Essas medidas são tomadas devido à grande responsabilidade, pois o mau acondicionamento coloca os pacientes em risco.

Um dos problemas comuns que resultam no mau acondicionamento é a falta do uso de tecnologia para controle ou gestão de temperaturas em farmácias. É claro que outros requisitos são igualmente importantes, tais como a capacitação dos profissionais que vão trabalhar com a tecnologia no setor responsável. Mas, sem os equipamentos e os programas mais modernos para monitoramento, os profissionais de saúde não podem realizar uma boa gestão da temperatura dos medicamentos e do ambiente onde eles são guardados.

vacinasDessa maneira, com o uso da tecnologia, atualmente pode-se registrar, controlar, rastrear e monitorar materiais médicos, entre outros recursos. Sobretudo, pode-se realizar o monitoramento constante da temperatura adequada para o armazenamento dessas medicações. Afinal, há remédios e materiais médicos que podem se desestabilizar com oscilações de temperatura, comprometendo sua qualidade, eficácia e segurança. Assim, ao se optar pelo uso da tecnologia, evita-se a perda desses produtos, gerando uma economia para a farmácia ou hospital.

Saiba mais » Você sabe o que é cadeira fria?

Controle de temperatura

Como realizar o controle / gestão de temperatura em farmácias

Como já apontamos, a melhor forma de realizar o controle ou a gestão da temperatura em farmácias é usando os recursos tecnológicos. Ou seja, além de monitorar a entrada e a saída de medicamentos, existem sistemas de tecnologia inteligentes voltados exclusivamente para monitoramento de temperatura, umidade e energia do ambiente, gerando registros em tempo real, por meio de rede de internet sem fio (wireless ou Wi-Fi).

temperaturaPara executar esse sistema inteligente de gestão de temperatura, não são necessárias reformas na estrutura do local de armazenamento dos medicamentos ou materiais médicos. Além disso, esse tipo de tecnologia é de fácil instalação. O usuário ou administrador dos sistemas da unidade farmacêutica, clínica ou hospitalar poderá realizar as configurações de forma muito simples. Isso se deve a uma interface extremamente amigável, que dispensará inclusive a necessidade de suporte ou assistência técnica. Após isso, o computador estará apto a reconhecer o dispositivo de gestão de temperatura. Com essa tecnologia, os dados ficam registrados em nuvem, facilitando o acesso às informações ambientais desde a instalação.

Portanto, essa tecnologia assegura que as exigências da ANVISA e dos órgãos de saúde sejam cumpridas, bem como garante a qualidade dos medicamentos e materiais armazenados. Com esse sistema, há um controle da qualidade e da vida útil de cada produto. De igual maneira, ele também proporciona uma organização dos produtos e facilidade na consulta de banco de dados em nuvem.

Vantagens do controle de temperatura em farmácias

Viu como a tecnologia é importante para o monitoramento e controle de temperaturas em farmácias, farmácias hospitalares, fábricas e distribuidores?

Além dos fatores já apontados, existem outros benefícios ao se optar por uma solução automatizada de gestão de temperaturas em farmácias. São eles:

  • > Controle das informações do ambiente e da temperatura dos medicamentos.
  • > O sistema evita a falha humana, porque não é necessário o controle manual da temperatura. Dessa maneira, preservam-se os fármacos e garante-se a segurança dos pacientes.
  • > Impede a perda de medicamentos, bem como evita custos financeiros, gerando economia para a instituição / empresa.
  • > Garante o atendimento com qualidade e segurança do usuário do hospital ou do cliente da farmácia.
  • > Esse sistema inteligente garante total integridade da informação.
  • > Os técnicos e os especialistas da área médica ou farmacêutica recebem alertas via mensagem de texto em celular e e-mail, nos quais se mostram temperatura, umidade, energia e redes.
  • > É possível obter registros dos produtos em tempo real, bem como também há um histórico desses registros em nuvem.

 

temperaturaViu como os sistemas automatizados e inteligentes são importantes para controlar a temperatura de medicamentos e do ambiente em farmácia? Sim! No atual contexto, a tecnologia pode, cada vez mais, facilitar os serviços médicos e na área de saúde.

A troca de informações é muito importante para nosso crescimento! Afinal, o cuidado com os medicamentos também significa cuidado com a saúde.

E você, já conhece esses tipos de sistemas? Conte-nos sua experiência nos comentários.


Controle de temperatura

Deixe uma resposta