2017-10-17

Como se preparar para o futuro da medicina

futuro da medicina

O que esperar para o futuro da medicina? Quando pensamos nesse assunto, costumamos pensar nas doenças que mais nos afetam nos dias de hoje e imaginar que uma cura para elas será descoberta.

Também pensamos em longevidade: nos imaginamos passando dos 100 anos com saúde ainda perfeita para aproveitarmos tudo aquilo que construímos em vida.

Infelizmente, esses cenários estão um pouco mais para a ficção do que para a realidade e, para imaginarmos realmente como será o futuro da medicina, devemos recorrer aos estudos científicos de um futurologista. Nesse caso, a futurologia nada tem a ver com adivinhações do futuro, mas sim com previsões baseadas nas atuais tendências já demonstradas pela sociedade.

O futuro será tecnológico

Quem apostar em um futuro baseado em revoluções tecnológicas terá grandes chances de acertar em suas previsões. Os futurologistas médicos indicam que a tecnologia será cada vez mais decisiva e importante para o mercado da saúde.

Ela invadirá de vez hospitais, clínicas e laboratórios, mas chegará também com muita força nas universidades e residências.

A forma como se aprende medicina já está sendo modificada e mudará ainda mais no futuro. Universidades tradicionais, caras e dependentes de aparelhagem complexa serão complementadas por modalidades de ensino a distância, apoiadas por ferramentas, como a realidade aumentada e a realidade virtual para ensinar de forma simples o que hoje ainda é bastante complicado.

O futuro da medicina aponta para um aprendizado mais pulverizado e pluralizado graças à grande quantidade de informações disponíveis. Haverá na internet cada vez mais informação, permitindo aos profissionais uma troca contínua de experiências, o que irá resultar em novas formas de se adquirir conhecimento.


Prevenção em casa

Essa visão do futuro aponta para hospitais cada vez mais vazios, já que as pessoas poderão evitar as idas e vindas resolvendo muitas coisas de casa ou do trabalho. A tecnologia permitirá o monitoramento constante de pacientes e a tomada de pequenas ações corretivas sem a necessidade de se descolar a um local de saúde.

Isso também será possível graças às comunicações unificadas, já que o paciente terá acesso fácil a informações acuradas e profissionais médicos. O próprio processo de tratamento e prevenção será facilitado por aquilo que hoje é chamado de gamificação da saúde, transformando processos lentos e traumáticos em experiências mais rápidas e amigáveis.

Diagnósticos

O futuro da medicina aponta, segundo os futurologistas, para diagnósticos cada vez mais rápidos e precisos. Isso ajudará a evitar ou a curar muitas doenças, já que é sabido que a eficiência no tratamento depende bastante de qual estágio algumas doenças estão quando são descobertas.

Sensores mais eficientes, equipamentos vestíveis, monitoramento em tempo real e toda uma sorte de novas tecnologias tendem a tornar os diagnósticos uma área bastante promissora e responsável por grandes avanços.

Terapias

O futuro da medicina será um lugar onde nos recuperaremos mais rápido de doenças e acidentes. Intervenções robóticas e até a presença de robôs dentro da nossa corrente sanguínea farão o que hoje ainda é realizado de forma lenta e progressiva.

A telemedicina se unirá a órgãos e membros artificiais para substituir partes perdidas ou danificadas, e situações hoje definitivas, como a cegueira e a surdez, poderão ser compensadas por modernos equipamentos implantados diretamente no corpo do paciente.

Enquanto o futuro da medicina não chega, já podemos nos beneficiar de aplicativos para celulares e tablets, de consultas remotas e outros serviços que não estavam disponíveis ou eram considerados ficção há não muito tempo.

As consequências desse cenário indicam um panorama muito tecnológico para as próximas décadas, mas também bastante humano. Ao contrário do que se pode imaginar, não nos tornaremos robôs, mas os utilizaremos para conseguir uma saúde muito mais plena e satisfatória.

Alguns diriam que só nos resta esperar, mas não. Devemos trabalhar para que esse futuro chegue logo e para que esses avanços estejam disponíveis para cada vez mais pessoas, só assim o futuro da medicina será um lugar onde todos vão querer viver.

infografico

Deixe uma resposta