Assistencialismo

Transformação digital na saúde: assistencialismo mais efetivo

As tecnologias estão cada vez mais acessíveis entre a população, e permitem o acesso à informação e a comunicação instantânea. A transformação digital é inevitável, e quando o assunto é assistencialismo na saúde, não está sendo diferente!

Muitos aplicativos sobre o assunto já foram desenvolvidos, blogs publicam conteúdos relacionados, e o contato entre a equipe médica e paciente também é facilitado por estas inovações.

Mas, a revolução digital na saúde deve ser analisada cuidadosamente, para entender o limite dos benefícios e as formas adequadas de uso!

O que está disponível?

Cada profissional da saúde é responsável por adotar suas próprias formas de assistencialismo, e isso irá variar conforme os tipos de serviços prestados, público atendido, dentre diversos outros fatores.

O assistencialismo digital pode ser visto através da ampla divulgação de informações em saúde através de sites, blogs e redes sociais, que tem como objetivo explicar determinadas patologias e tirar duvida frequentes da população.

De um modo mais específico e restrito, cada clínica ou hospital também pode aderir à transformação digital, seja através da integração eletrônica dos prontuários, facilitação da comunicação entre médico e paciente, fornecimento de laudos de exames via internet, entre muitos outros.

Existem empresas de tecnologia especializadas neste setor, com o objetivo de desenvolver softwares e recursos, visando à melhoria do atendimento e agilidade para os profissionais.

Quais as vantagens para a equipe?

Levando em conta que existem diversas limitações para a prática da inovação digital na saúde, ainda percebe-se que os benefícios se sobressaem.

Pode-se dizer que com a implantação do assistencialismo digital há otimização dos atendimentos, pois todas as informações do paciente se concentram em um mesmo lugar, e isso garante a agilidade das consultas e integração dos dados.

Além disso, o trabalho multidisciplinar, entre médicos e demais profissionais, torna-se mais fácil dentro de um serviço, pelo fato de todos terem acesso aos dados. Alguns sistemas, inclusive, permitem que haja troca de mensagens entre os profissionais, possibilitando a discussão de casos clínicos e tomada de decisões.

Quando a tecnologia permite o contato também com o paciente, como é o que ocorre em aplicativos e sites do serviço, cria-se maior vínculo entre profissional e paciente, devido a facilidade na troca de informações e observação da evolução de cada caso.

Distribuidores médicos

Distribuidores médicos

Assistencialismo: quais as vantagens para o paciente?

Sem dúvidas, o paciente também sai ganhando quando há informatização da saúde, afinal, hoje em dia todos estão conectados por todo o tempo, e a melhor forma de comunicação é a digital.

Alguns hospitais e clínicas liberam resultados de exames pela Internet, o que tira a necessidade de deslocamento do paciente entre serviços, propiciando mais conforto e agilidade.

Também, a integração de prontuários e dados é benéfica para o usuário, no sentido de não precisar repetir as mesmas informações em todos os atendimentos, o que abre “espaço” para que outras doenças e desconfortos sejam abordados nos atendimentos.

Alguns sites e aplicativos permitem que sejam marcados e desmarcados horários de exames ou atendimentos, o que poupa tempo do paciente, e dá mais liberdade para este escolher seus horários, profissionais e outros.

Sem falar que, quando a ferramenta digital possibilita a comunicação entre equipe de saúde e paciente, torna-se mais fácil o último tirar suas dúvidas e dar novas informações da evolução do caso. É uma excelente forma de fidelização e também pode influenciar nos resultados terapêuticos.

Quais as limitações?

Embora existam diversas vantagens, é preciso sempre estar atento a algumas questões:

  • Princípios éticos envolvidos;
  • Não permitir que as tecnologias substituam o atendimento em consultório;
  • Fornecer sempre informações corretas para o paciente, quando o assunto for disponibilização de conteúdo;
  • Escolher sempre um bom sistema ou software, para que tudo funcione adequadamente.

5certosdosmedicamentos

Um comentário em “Transformação digital na saúde: assistencialismo mais efetivo

Deixe uma resposta